O mito da “gordinha perfeita” e o problema por trás disso

“Toda gordinha é legal”

“Gordinhas são melhores na cama”

“As gordinhas se arrumam melhor”

Quem nunca ouviu ou até mesmo falou esse tipo de coisa achando que é um modo de exaltar a gorda, quando na verdade é mais um modo de gordofobia disfarçado, romantizado, reproduzido por vários blogs plus size e várias pessoas por aí.

Quem não está a par do assunto – gordofobia/romantização – pode não perceber de cara. Mas é pra isso que esse texto serve: pra te ajudar a enxergar isso.

Eu canso de ver aqueles posts com 10 motivos para namorar uma gordinha com textos que chegam a ser apelativos, como se uma pessoa gorda precisasse de um outdoor e uma equipe de publicidade tentando convencer as pessoas de que namorar com alguém gordo pode ser algo legal. Porque pode sim, você pode se dar bem com uma pessoa gorda, assim como pode não se dar. E isso não tem nada a ver com o corpo. Tem a ver com química, entrosamento, personalidade, tesão e uma série de coisas que fazem um relacionamento dar ou não certo, seja por quanto tempo for.

Quando você é uma pessoa GORDA, as pessoas não te tratam como uma pessoa, mas como um corpo gordo ambulante por aí. E isso é tratado como uma coisa ruim. Por isso, em uma tentativa errada de mostrar que somos normais como qualquer pessoa – se bem que de perto ninguém é normal, já disse Tieta – incentivamos e romantizamos a fetichização do corpo gordo e a amenização do defeito que é ser gordo.

Quando dizem que toda gordinha é legal, não é porque de fato nós somos legais o tempo todo. Óbvio que é muito mais fácil ser legal quando estamos de bem com a vida, não contando calorias em uma dieta extremamente absurda em busca de um corpo padronizado que pessoas que não têm nada a ver com as nossas vidas acham que devemos ter, nem doloridas de um treino de academia muito mais pesado do que podemos suportar em busca de resultados – AKA um emagrecimento desenfreado que pode acarretar em problemas de saúde – e, de quebra nos amando como somos. Mas nem sempre somos legais porque simplesmente não somos trouxas. Acontece que, quando uma gorda ainda não empoderada dá uma de chata, sempre tem um pamonha pra falar que “SE É GORDA PELO MENOS TEM QUE SER LEGAL. GORDA E CHATA NÃO DÁ PRA SER, NÉ?”. E o problema é que ela vai aceitar isso como verdade e vai acabar aceitando todo tipo de abuso só pra ser a gorda legal.

O mesmo acontece com o sexo. Quando dizem que gorda não tem frescura na cama, muitas se sentem obrigadas a aceitar tudo. Que tal um anal? Ah não quero. Ah mas não posso ter frescura. Então vamos, mesmo eu não querendo. Que tal uns tapinhas? Ah não dói né? Afinal sou gorda e gorda não sente dor. Tapa na cara? Pensei que era na bunda. Dá um tesãozinho na bunda. Não, na cara não. Não, pera. Não posso ter frescura. Então bate. Pera, ta doendo. Não, não tá. Dor é pra gente fresca e gorda não tem frescura. Nossa, me chamou de puta, vadia, vagabunda, cachorra. Mas eu não gosto. Ok tem quem goste mas eu não. Eu quero um sexo romântico. Mas se eu disser isso vou ser fresca. Então tá, não tem nada de errado. É só eu me acostumar. E por aí vai. Fora os relacionamentos abusivos, as traições, as piadas gordofóbicas e tudo o que aguentamos só para não sermos as gordas chatas.

Isso não é legal, não é bacana e essas coisas não são empoderadoras. São apenas romantizações horríveis de gordofobia disseminadas tanto por opressores quanto por pessoas que se dizem defensoras das pessoas gordas.

A verdade é que tem gorda chata sim. Mas depende o que é chata pra você. Porque somos legais sim, como toda e qualquer pessoa pode ser, independente do seu corpo. Mas se vier com grosseria pra cima da gente, nós temos todo o direito de reclamar, retrucar ou repreender esse seu comportamento. Não somos obrigadas a nada, principalmente a aguentar esse tipo de coisa.

Vai ter gorda se negando a fazer qualquer coisa na cama. Vai ter gorda rebatendo preconceito. Vai ter gorda que não vai ser a sua namoradinha perfeita pra te convencer a namorar com ela porque ela sabe que se precisa convencer alguém pra ficar junto, esta pessoa não quer ficar junto. E quem é que vai querer ficar com quem não te ama? Não eu, com certeza.

Cada vez que alguém te chamar de chata e disser que você tem que ser legal/topar tudo na cama/se empetecar toda/insira a cagação de regra aqui para COMPENSAR/AMENIZAR o fato de ser gorda, compreenda que não tem nada que amenizar, lembre-se de que ser gorda não é ruim e de que quem não te ama como você é não deve estar em sua companhia. Simples!

rebel wilson

Vai ter gorda chata sim

 

 

Anúncios

Um comentário

  1. Ótimo texto…me identifica.
    Eu sou gorda e chata kkkk
    Nao tenho problema nenhum com isso…me aceito me amo e o resto….to nem ai.

    Curtir

Os comentários estão desativados.